Fotografia em Palavras

visões sobre a prática fotográfica, por Ivan de Almeida

Estatísticas de 2010 deste Blog -por WordPress

leave a comment »

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Uau.

Números apetitosos

Featured image

Um duende das estatísticas pintou esta imagem abstracta, com base nos seus dados.

Um navio de carga médio pode transportar cerca de 4.500 contentores. Este blog foi visitado 24,000 vezes em 2010. Se cada visita fosse um contentor, o seu blog enchia cerca de 5 navios.

Em 2010, escreveu 8 novo artigo, aumentando o arquivo total do seu blog para 21 artigos.

The busiest day of the year was 27 de janeiro with 542 views. The most popular post that day was Desculpe-me, meu amigo, mas sua fotografia não é tão boa….

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram clicio.com.br, twitter.com, forum.brfoto.com.br, 123rawfotos.wordpress.com e forum.mundofotografico.com.br

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por fotografia em palavras, escher obras, uma imagem vale mais que mil palavras autor, fotografia autoral e pinturas naturalistas

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

Desculpe-me, meu amigo, mas sua fotografia não é tão boa… novembro, 2009
132 comentários

2

Fotografia Autoral: Ortografia, Gramática, Estilística… e o que mais? abril, 2010
7 comentários

3

Uma imagem vale mais que mil palavras? junho, 2009
9 comentários

4

O Paradoxo da Fotografia Digital em Preto e Branco – parte 1 novembro, 2010
13 comentários

5

VER E NÃO VER – na composição fotográfica maio, 2009
8 comentários

————————————————————-

ACRESCIDO À PÁGINA EM 29 DE JUNHO DE 2011

Eventualmente alguém vem a esta página, que é uma página tratando do movimento do próprio blog.

Ao longo da vida desde blog, que iniciou-se em fevereiro de 2009, mês em que publiquei o primeiro artigo e tive 177 views, as coisas vêem evoluindo e mudando, a audiência crescendo e a atitude do autor em relação ao blog mudando também. No primeiro ano o blog seguiu com audiência muito pequena. Havia poucos artigos e pouco movimento, e os artigos eram pequenos. Em novembro de 2009 publiquei o artigo até hoje o mais lido, o “Desculpe, meu amigo, mas sua fotografia não é tão boa”. Impulsionado pela divulgação que dele fez o Clicio, ao qual sou muito grato, novembro de 2009 foi o mês no qual até hoje houve mais audiência: mais de 6000 visitas e houve dia de mais de 1500 visitas. Assustei-me com isso, como se essa audiência me impusesse um compromisso de mantê-la, compromisso esse que não se coaduna com meus propósitos aqui. Foi ótimo, houve grande visibilidade, mas ao mesmo tempo angustiou-me. O ser humano tende a ser arrastado pelo sucesso, quando um acontece, e tenta mantê-lo e aí torna-se dele escravo.

Talvez por isso, ou conscientemente ou por uma reação íntima não totalmente consciente, os artigos seguintes tiveram temas menos populares. O imediatamente posterior, “Casulos de vida em suspensão” descreve um projeto fotográfico meu, e o imediatamente depois, “O Real DA Fotografia” é talvez o artigo mais teórico e hermético deste blog.

Durante o ano de 2009 o blog teve 15000 views, sendo 6700 originados no mês do artigo-líder. Em 2010 o patamar de views estabilizou-se em uma média de 2000/mês, provocando os 24000 do relatório acima gerado pelo próprio WordPress. No ano de 2010 passei um longo período no meio do ano sem postar artigo nenhum. A audiência, por isso, estabilizou-se em uma base.

Em novembro de 2010 as postagens de artigos se intensificaram novamente, e a audiência voltou a subir um degrau. Veio crescendo até o artigo “Eu não quero ser fotógrafo”, que marca uma nova inflexão do autor em relação ao blog e à fotografia, e que inicia um novo período no qual o autor resolveu não mais fazer divulgação das postagens, deixando que a freqüência de visitas no blog  mais ou menos na espontânea. Por outro lado, a freqüência de artigos aumentou bastante para quase um por semana desde então. Com tudo isso, em final de junho o  blog já tinha recebido 19500 views, apontando para um ano onde deverá ter algo entre 33000 e 40000 views, a continuar a tendência.

De certa maneira, o blog amadureceu. Amadureceu em conteúdo, em definição de uma visão sobre o assunto e em sua vida vegetativa, na medida em que se mantém com menos esforço de divulgação do autor.

Sou muito grato a todos os que visitam o blogs, acompanham os artigos e deixam ou não comentários. Procuro, na medida do possível, responder atentamente a todos os comentários, porque isso torna o blog dialógico, não monológico, e creio que essa atitude resulta útil porque há comentários de leitores que são praticamente artigos com interesse próprio e aprofundamento.

Alguém já me chamou de “purista” por ter recusado ceder um dos artigos daqui para publicação em uma revista de circulação nas bancas. Não sou purista, mas a construção deste blog não tem por objetivo tais transplantes e não me agrada isso. Não há razão para tais transplantes, eles só gerariam um tráfego intenso e episódico no blog, coisa que não é exatamente o que me interessa. Interessam-me os leitores atentos, e creio que o blog os tem atraído suficientemente, mais talvez do que merece. Interessa-me mais qualidade que quantidade, embora o crescimento gradual -e por ser gradual- me soe agradável, porque a gradualidade indica que a árvore cresce harmônica com seus propósitos.

Anúncios

Written by Ivan de Almeida

2 de janeiro de 2011 às 7:11 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s